quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Cães que dormem com os donos - isso é bom?

Pesquisa divulgada este ano pela Comissão de Animais de Companhia (Comac), mostrou que 55% dos cães dormem dentro de casa e 23% dentro do quarto dos donos.

Principalmente nas grandes cidades, onde muitos residem em apartamentos com seus cães, é cada vez mais comum saber que os amigos de quatro patas dormem no quarto ou até mesmo na cama de seus donos, principalmente se forem de pequeno porte.

Mas, diante desta nova realidade, quais são as consequências desta rotina para o comportamento do cão? Será que isso é bom ou ruim?

O cão é um animal social que está intrinsecamente inserido na rotina de sua "família humana". Se pensarmos nos ancestrais lobos, eles costumam dormir juntos, aninhados, pois assim conseguem se proteger melhor, ficando menos vulneráveis, além de se manterem aquecidos.

Para os cães, dormir próximo aos humanos equivale a estar próximo de sua família!

Alguns já se manifestam favoravelmente a esta proximidade na hora de dormir, alegando que trata-se de um fator que aumentará o vínculo afetivo entre cão e seu dono.

Mas, por outro lado, a análise desta situação tão cotidiana hoje em dia deve levar em conta consequências importantes, relacionadas a saúde e ao comportamento do cão.

Em geral, cães que dormem com os donos são extremamente apegados a este. São aquelas "sombrinhas": onde a pessoa vai, o peludo está atrás. E, como já postei aqui, cães muito "grudados" tendem a desenvolver ansiedade de separação. E se, além disso, dormem próximo aos humanos de sua família, tendem a sofrer muito mais quando separados destes.

Um recente estudo sobre a síndrome de ansiedade de separação em cães de apartamento, publicada na revista Ciência Rural, menciona autores quem afirmam que cães que dormem com seus donos apresentam maior predisposição para apresentar distúrbios relacionados a ansiedade de separação. Mas a pesquisa em si, feita com cães que vivem em apartamento no RJ, não constatou este fato (para ler a íntegra, clique aqui).

Outro ponto a ser considerado são as condições de higiene. Médicos orientam pessoas que dormem com seus cães a tomarem cuidado especial com a limpeza das patas, vermifugação e vacinação (exceto pela limpeza das patas, não vejo motivo para relacionar vermifugação e vacinação a cães que dormem próximo às pessoas. Cães que dormem em qualquer lugar devem ter sua saúde muito bem cuidada!). Pessoas alérgicas, segundo os médicos, não devem permitir que os cães estejam tão próximo na hora do sono.

Mas, o que fazer? O que é o certo?



Acredito que o certo ou errado fica a critério de cada um. Mas, visando o bem estar do cão, se a opção for deixá-lo dormir no quarto, ele deve ser bem treinado em relação a sua independência. Treinar comandos como o "fica" e deixar que o peludo fique num cômodo enquanto se vai ao banheiro, por exemplo, é um bom exercício para o dia a dia.

Ignorá-lo em determinados momentos, mudar de direção, especialmente quando este se torna a "sombra", também é interessante. Incentivar o cãozinho a brincar em outro cômodo, sozinho, enquanto o dono está em outro lugar, ajudam a mostrar a ele que a ausência do seu humano também é boa!

Incentivar o cão a dormir em sua própria caminha, recompensando-o quando ali estiver tranquilamente, pode evitar que ele suba na cama do dono (aviso: isto não costuma funcionar no inverno!!). 

O importante é perceber se o fato do cão estar dormindo próximo ao dono deixa-o mais ansioso em outras situações e não permitir que este seja mais um fator a desencadear comportamentos indesejados, como, por exemplo, não permitir que o cônjuge durma do seu lado na cama, já que o cão acaba "protegendo seu território".

Um cão obediente, bem treinado em limites e um dono consciente daquilo que se deve ou não permitir ao cachorro sempre levarão a uma boa convivência, mesmo quando se opta por deixar o cão dormir no quarto. 

Seguindo estes conselhos e com muito bom senso, não vejo problema em permitir que o cão durma próximo ao dono à noite.

A Winie dorme no meu quarto, mas sai quando dou o comando, não tem ansiedade de separação e não chora ou late quando fica sozinha. E o seu cão? Dorme com você?

Abaixo, mais algumas matérias sobre o assunto:

Dentro do quarto? Deixar o animal dormir no mesmo ambiente ou na mesma cama que o dono é um hábito comum, mas é importante saber os limites

Animais de companhia

Donos de cachorros dividem germes com seus animais quando não lavam as mãos e não ao dormirem com eles
Alerta! É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog sem citação da fonte. Plágio é crime previsto no Código Penal.

101 comentários:

  1. Cassia, adorei o post. Está super completo e serve para acabar com certas dúvidas.

    Antigamente, uma das minhas poodles dormia comigo, mas os meus pais começaram a reclamar muito, pensando pelo lado da saúde. Hoje, nenhum cachorro dorme com a gente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pri! Legal que você expôs como os peludos dormem na sua casa! Eu acho que cada um deve fazer da forma como achar melhor, tomando certos cuidados a mais caso os cães fiquem dentro de casa ou no quarto! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Confesso que o Balú já dormiu com nós na cama,rsrs, já viu o que deve ser né? Meia cama só pra ele,rsrs!!
    As vezes ainda deixo ele ficar um pouco depois ele vai pra cama dele, se não ninguém dorme com o ronco!!

    ResponderExcluir
  4. Balú, Balú, ocupando a cama toda, hein?!? rsrssrsrs! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Cassia,

    Olha só.... aqui em casa é liberado.... tá certo que a Scuzinha na cama é quase uma pessoa... mas ela nem aguenta ficar na cama muito tempo, acho que é mais eese lance dela sentir-se da matilha, sabe? Depois vai para o cantinho dela, às vezes no nosso quarto, outras na sala... é bem tranquila.... de fato é minha sombra, mas sabe ficar só se precisar, embora deteste (é visível, não come, não faz xixi, não brinca, do jeito que deixo as coisas qdo saio, encontro idênticas qdo volto...)... adore o post, super bem feitinho...
    Beijo
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso tbm acontecia com o meu simplesmente pq eu dava thau pra ele o verterinario disse que pro cachorro significa que vc nunca mais vai volta e como ele e apegado deixa de fazer suas coisas

      Excluir
    2. Thor tb é assim , eu saio e ele fica atras da porta de casa me esperando , não come se eu não estiver em casa.Dorme comigo mas só um tempinho depois ele mesmo cansa e vai pra cozinha que é onde ele gosta de dormir, as vezes fica no pé da minha cama.Ele é um labrador de 8 meses que sempre dormiu comigo desde 1 mês , quando o ganhei. Agora ele fica pulando em mim na cama e as vezes não me deixa dormir ,aí eu tenho que deixá-lo fora do quarto.Morro de pena, mas as vezes não tem outo jeito

      Excluir
  6. Oi, Ana! Obrigada pelo carinho! Talvez um bom enriquecimento ambiental ajudasse a Scu a ficar mais entretida em sua ausência... Boa ideia para um post! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. o meu dorme comigo... e as vezes ele que não tá com vontade! Eu quase que obrigo ahahahah

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mitcha! Acho que o "grude" é mais você, né?! rsrsrs!

    ResponderExcluir
  9. Oi Cassia!
    Tenho uma poodle albina linda...ela completa minha vida! rs
    Eu a comprei faz 3 anos e desde então ela dorme comigo. Na verdade ela escolhe com quem quer dormir pq podia ser comigo, com minha mãe ou avó. Hoje estamos em um dilema, me casei (ela adotou meu marido que um jeito...rs) me mudei e nao sei o que fazer! Se ela fica sozinha, chora feito doida (nunca ficou sozinha, sempre tinha alguem em casa com ela) so que esta triste se nao estamos perto, e esta triste por minha mae e avó nao estarem perto.
    Esta dificil lidar com o olhar tristinho dela. Hoje por exemplo deixei ela com a minha sogra "de baba" para nao ficar sozinha.
    Ps. Muito bom o blog!!! Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mônica! A sua Poodle certamente está sofrendo com os efeitos da ansiedade de separação. Postei sobre o assunto aqui, onde coloquei umas dicas sobre como agir: http://caoamor.blogspot.com/2009/10/curiosidades-do-mundo-canino-ii.html. Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  11. Ei gente,meu nome é gabriela, acho que o Marley nao é tão grude assim, mas confesso que na hora de dormir, nao tem pra ninguém...Meu Vira-latas, lindoooo e que amo de paixao, dorme comigo e meu marido Uarlei na cama.Uarlei até que reclama sempre, mas o olhar do Marley é mais forte..kkkk...Ele sempre acaba deixando.O Marley está com 9 meses e até hoje dorme na cama.ele até que fica numa boa quando a gente sai pra trabalhar, mas na hora que chegamos, ele corre pra dentro de casa.Esses dias atás, na semana do natal, tivemos um problema com meu esposo e tivemos que ficar na casa da minha cunhada.O Marley ficou em casa, do lado de fora, minha Mãe que ficou cuidando dele pra mim, mas ele ficou triste.ele nunca tinha passado uma semana longe da gente e ainda por cima fora da nossa cama e de dentro de casa.Eu chorava todas as noites que estavamos na casa da minha cunhada, meu marido tambem sofreu muito com a falta do nosso pequeno.Mas graças a Deus, meu marido melhorou e já estamos em casa, o Marley pra variar, continua dormindo conosco.fizemos um teste, pra ver se ele iria fikar do lado de fora mesmo, afinal ele ficou uma semana, mas nada...Ele quase arrebentou a porta da sala pra entrar, então vimos o quanto ele sentiu a nossa falta e principalmente da cama.
    amei o post, e espero contar mais gracinhas do Marley, e também ler das minhas companheiras do site.
    um beijoooo

    ResponderExcluir
  12. Oi, Gabriela! Obrigada pelo comentário tão rico em detalhes! Adorei ler! Me parece que o Marley é bem apegado a vocês, assim como vocês a ele, não é? Mas cuidado: observe bem se ele não dá sinais de ansiedade de separação, pois isto pode ser muito sofrido para seu peludo... Beijos!

    ResponderExcluir
  13. OI CÁSSIA,EH A GABRIELA NOVAMENTE...A DONA DO MARLEY....OLHA EU JA VERIFIQUEI SE O MARLEY ESTAVA COM SINAIS DE ANSIEDADE, MAS NAO ESTÁ NÃO...A ÚNICA COISA QUE DESPERTA ANSIEDADE NELE É QUANDO FICAMOS MT TEMPO SEM VER ELE...O QUE ACONTECEU QUE EU CONTEI PRA VC NO OUTRO POST...MAS FORA ISSO, ELE FICA BEM ENQUANTO A GENTE ESTÁ NO SERVIÇO...MAS NÃO ADIANTA, QUANDO A GENTE CHEGA, A FESTA ESTÁ PRONTA...ELE SABE QUE VAI BRINCAR, E QUE NÃO CONSEGUIMOS BRIGAR COM ELE PELO FATO DE ELE FICAR DENTRO DE CASA...MEU MARIDO ESTÁ QUERENDO DEIXAR ELE DO LADO DE FORA, NÃO QUER MAIS ELE DORMINDO COM A GENTE...PENSO QUE SE ELE FIZER ISSO AGORA, O MARLEY VAI SOFRER...ELE NÃO É UM CÃO TREINADO SABE, AXO QUE NEM SE TENTARMOS ELE NÃO SERIA TREINADO...KKKK...ELE NÃO É MT BOM NO APRENDIZADO...MAS ACHO QUE ISSO VAI AFETAR ELE DE UMA MANEIRA MUITO FORTE...TENHO MEDO DE ELE AXAR QUE ESTÁ SENDO ABANDONADO...PQ QND ELE ERA MAIS NOVO TODO MUNDO ADORAVA BRINCAR COM ELE, E AGORA MEU MARIDO JÁ NAO BRINCA MUITO...SÓ EU QUE BRINCO MAIS COM NOSSO BEBÊ....O QUE VC AXA CÁSSIA??VC TERIA UMA DICA PRA QUE MEU MARIDO PENSE MELHOR, EU ATÉ MOSTRARIA A ELE A SUA RESPOSTA PRA VER O QUE ELE AXA...
    BEIJOS E OBRIGADA...ADORO O SEU BLOG.

    ResponderExcluir
  14. ei cassia, sou a gabriela, dona do marley....bom sobre sua pergunta sobre sinais de ansiedade, ele não tem demonstrando nada nao, graças a deus!!mas Cássia, hj eu vim ,com uma duvida, meu marido está reclamando sobreo Marley dormir conosco na cama, ele quer que eu faça o Marley dormir no chao, o problema é que não consigo....ela volta pra cama qnd a gente pega no sono...e se fecho a porta do quarto ele nao nos deixa dormir.Oque gostaria de saber é se vcs nao teriam umas dicas e será que ele nao sofreria muito com isso??porque ele está com dez meses, mas desde os tres meses ele dorme com a gente.
    gostaria muito da sua opiniao sobre o assunto.
    obrigada e beijos para todas!!!!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Gabriela! Quanto ao Marley passar a dormir fora da cama de vocês, acho perfeitamente possível. Basta que vocês tenham perseverança em treiná-lo e acostumá-lo a tanto. Ele deve ser repreendido ao tentar subir na cama (e impedido) e recompensado quando estiver deitado na caminha dele, no chão. Sugiro que vocês façam a caminha dele ser bem legal: brinquem com ele neste local, deixem seu cheiro, deem petiscos gostosos ali. Quanto a ir para o quintal, sugiro que a mudança não seja feita repentinamente. Melhor seria que ele se acostumasse com a caminha dele, no chão. Então, aos poucos e dia a dia, vocês iriam afastando a caminha do quarto, passando para o corredor (sem fechar a porta num primeiro momento), depois para a sala e assim por diante. Quanto a ele sofrer: é importante sempre lembrar que cães são animais sociais, que precisam de interação com os humanos de sua família para serem mentalmente saudáveis. Quanto mais ele conviver com a família, melhor. Mas isso não impede que sejam impostos a ele limites a serem respeitados. Espero que te ajude. Beijos e boa sorte!

    ResponderExcluir
  16. OI CÁSSIA,SOU EU, A GABRIELA OUTRA VEZ..RSRS... COMO SEMPRE VC EH SUPER SIMPÁTICA E ME RESPONDE TUDO O QUE PRECISO...ADOREI A DICA DA CAMINHA...MEU MARIDO TAMBÉM, ALIÁS, ELE DISSE QUE SÓ NÃO QUER O MARLEY NA CAMA, MAS NÃO VAI DEIXAR ELE DO LADO DE FORA, QUERIA MESMO QUE ELE FICASSE ATÉ NO QUARTO, MAS NO CHÃO...ADOREI A SUA DICA. VOCÊ É ÓTIMA...
    VOU VER SE COMPRO A CAMINHA DELE...GOSTARIA DE DICAS SE VC PUDER...DE CAMINHAS E ONDE COMPRAR.
    AH, HJ ESTOU UM POUCO TRISTE, ESTAMOS QUERENDO VIAJAR COM A FAMILIA NO CARNAVAL, MAS MINHA IRMÃ NÃO QUER QUE EU LEVE O MARLEY, AXO QUE NÃO VOU MAIS POR CAUSA DELE, EU NÃO TENHO CORAGEM DE SAIR DE DEIXAR O MEU BIXINHO SOZINHO...O QUE VC AXA QUE DEVO FAZER??BEIJOS E OBRIGADA POR TUDO!!!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Gabriela! Há no mercado inúmeros modelos de caminha, com os mais variados detalhes. Mas os cães, simples e sábios como são, costumam gostar de um pedaço de pano, uma almofada velha que tenha o cheiro dos donos, algo assim... O ideal é você reparar nas preferências do Marley quando quer descansar: ele costuma ir para debaixo de móveis? A melhor opção seria uma casinha tipo toca. Ele se deita em almofadas, tapetes? Um edredon fofo talvez seja o suficiente. Quanto a viajar com ele, o melhor seria se vocês o levassem! Há opções e a experiência, para quem curte cães, é tão gostosa... Mas se a opção for deixá-lo, nunca, jamais, o deixe sozinho em casa! Cães não devem ficar sozinhos por dias, mesmo com água e comida à disposição... Opte por um hotelzinho em sua cidade! Vá conhecer o local antes para verificar se os cães ficam soltos, tem chance de brincar, se as pessoas que cuidam dos peludos são preocupadas com o bem estar deles e tem conhecimento de comportamento canino. Esta sim seria uma opção legal, até para socializá-lo com outros cães! Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Tenho dois bebês que dormem comigo desde que chegaram, há quase três anos. Antes morava em apto, mas mesmo depois que me mudei pra casa eles continuaram dormindo na cama simplesmente porque EU não consigo ficar longe. Acho que eu que sofro da ansiedade da separação rs. Eles dormem a noite inteira, não me dão trabalho e mesmo quando levanto e saio do quarto eles sabem que vou voltar e não se abalam. Mas tenho outros dois que dormem na lavanderia e não dão trabalho tb. É tudo questão de hábito, eu acho.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Deise! Realmente, pelo que tenho notado, há uma maior incidência de ansiedade de separação por parte dos donos - rs! Obrigada pelo comentário! Abraços!

    ResponderExcluir
  20. Muito legal esse post! Tenho uma maltês de 1 ano e meio, ela sempre dorme com a gente no quarto, quando está mais quente ela dorme embaixo da cama, mas quando dá uma esfriada ela dorme nos pés da gente... mas não tem qualquer sindrome de ansiedade por separação, acho que está acostumada a ficar só, pois passamos a manhã e a tarde fora durante a semana trabalhando, então ela acostumou a passar o dia dormindo e brincar à noite!

    ResponderExcluir
  21. Meu cão dorme na minha cama há 3 anos e nunca tivemos problemas. Ele quer ficar encostadinho em mim, então toda hora que me viro na cama ele se levanta, troca de lado e fica tudo bem! E também ele não é tão apegado assim, é um cão bem independente. Fica o dia todo sozinho, mas sempre dentro de casa. Ele tem um sofá exclusivo dele. Na verdade ele é muito folgado, ele pensa que é gente, só quer mordomia, rs!

    ResponderExcluir
  22. Aqui a Ninna dorme comigo, começou assim pois como é muito pequena, sente muito frio e dormia junto para se aquecer.

    Mas quando saio fica sossegada dormindo em seu crate, é dela mesmo ninguém ensinou.

    Durante o dia adora um colo mas pede para ir para o chão logo que vê uma fresta de Sol, e não deixa de ficar na varanda (que ela prefere ficar sozinha) "curtindo a paisagem do 12º andar, além de gostar de brincar sozinha com seus brinquedos em cada comodo da casa!

    Acredito que a ansiedade de separação vai muito da criação, minha sobrinha tem uma poodle, que dorme em sua cama na sala, mas late e chora por horas quando alguém sai ou chega, acredito que seja porque a ansiedade e agitação dela é reforçada com carinhos e comidas.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  23. Oi! Que bacana o post.
    Eu sempre fiquei na dúvida se seria bom ou não deixar a minha cachorra dormir na cama.
    Na verdade, como muitos falaram aí muitas vezes sou EU mesmo que a pego e coloco na cama comigo e meu marido.
    Ela gosta de dormir embaixo da cama e não junto com a gente.
    Mas ela é tão boazinha que depois que ELA " me coloca pra dormir" e espera os 2 adormecerem, ela vai pra baixo da cama e fica lá até o outro dia.
    Tá vendo?
    A ansiedade é totalmente dos donos.
    Andressa

    ResponderExcluir
  24. Olá, Danielle, Bianca, Vanessa e Andressa! Coincidentemente, todas comentaram no mesmo dia e reportando a mesma situação: seus peludos dormem com vocês e não tem ansiedade de separação! Acho que terei que fazer um novo post sobre o assunto, desta vez falando um pouco desta estatística! Abraços!

    ResponderExcluir
  25. Oi Cássia, meu nome é Letícia e gostaria muito de ter um cachorro para dormir comigo...rsrsrsr
    Você me indicaria alguma raça que seja amigável, que goste de correr e tudo mais (não importa o tamanho) e, que goste de dividir o espaço com outros animais?? Abraços!

    ResponderExcluir
  26. Olá, Letícia! Nossa, as características que você indicou podem abranger tantas raças... Acho que seria legal você pesquisar raças buscando algo mais específico e analisar todos os prós e contras de ter um cão, com base no seu modo de vida, rotina, etc... Abs!

    ResponderExcluir
  27. Ei cássia, tempo que nao venho aki, mas passei pra agradecer as suas dicas, e dizer que enfim, o Marley nao sobe mais na cama!!!!!isso msm, graças a deus, ele entendeu que pode sim ficar do nosso lado, mas na cama dele, agora ele tah até abusado demais, e quando quer dormir, vai direto pra cama dele, depois volta pra sala onde a gente está, axo que só pra gente se tocar que ele está com sono, e que já está na nossa hora de dormir também...ele nos acorda todos os dias, exceto, quando a gente está de folga, axo que ele percebe, e fica na cama dele até a gente se levantar tbm..huhauahau...estou muito feliz, pois ele se sente bem na caminha dele ao lado da nossa, e eu e meu esposo mais ainda sabendo que ele está feliz....e agindo como cachorro...obrigada por suas dicas maravilhosas....

    ResponderExcluir
  28. Que legal! Que bom saber disso! Mas, com certeza, a consistência de vocês em mostrar ao Marley que ele deveria dormir na cama dele foi fundamental! Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Olá Cassia... a minha cituaçao é mas diferente... eu tenho um cocker spaniel (macho) e uma poodle (femea)q se chamam ditó e suze (mae e filho), e o ditó ñ pode ficar longe dela q comessa a chorar,latir... faz um escandalo e ñ tem quem fassa-o parar até q ela fique perto dele.Eu ñ consigo passear em páz com a suze sozinha... o q eu faço?

    ResponderExcluir
  30. Olá! Me parece que seu cãozinho sofre de ansiedade de separação em relação a fêmea. Isto pode ocorrer entre os cães também. O ideal é que você mostre a ele que está tudo bem quando está longe da Suze, com treinos de independência. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  31. Minha cadelinha tem mania de ficar debaixo da cama. Sem mais e nem menos ela vai pra lá e fica um tempão.Não adianta chamar, ela não atende, mas quando vou dormir, ela sobe pra cama. Por que ela tem esse comportamento? O que tem debaixo da cama que faz com que ela sempre vá pra lá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Auxiliadora! Cães são animais de toca, adoram ficar em locais que se parecem com uma! Abs

      Excluir
  32. tbm tenho um caozinho o bob tem 4 meses mas so dormi cmg

    ResponderExcluir
  33. ESTOU COM UM PROBLEMA SÉRIO POIS MEU CASAL DE PINSCHERS NÇAO ME LARGAM PARA NADA. DORMEM COMIGO E SE EU DISSER QUE NÃO, ELES CHORAM A NOITE INTEIRA. A MACHO É MUITO NERVOSO E AO ME VER COM ROUPAS DE DORMIR OU MESMO VESTIDA PARA SAIR JÁ COMEÇA A LATIR COMO SE GRITANDO E NÃO PARA ATÉ EU PEGÁ-LO. EU OS AMO DE PAIXÃO E GOSTARIA DE SABER COMO AGIR COM ELES PARA QUE ELES SE TORNASSEM MAIS INDEPENDENTES.
    BIA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bia! Seus cãezinhos parecem sofrer de ansiedade de separação. Você precisa treiná-los a ficarem mais independentes de você, de forma gradual e positiva. Leia com cuidado este post http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-em-caes-tudo-que-voce-precisa-saber-a-respeito.html e siga todas as dicas ali colocadas sobre o tema. Boa sorte!

      Excluir
  34. Acabei de ganhar um Dalmata cor fígado , ele tem 45 dias e não dorme a noite inteira , ele dorme no meu quarto em uma caminha ao lado da minha , mas sempre acorda depois de algum tempo . Ele não chora , só quando eu o deixo sozinho , mas eu percebi que ele dorme mais rápido quando o ponho no colo ou sobre a minha barriga. Tem algum problema ? E como eu faço para ele se acostumar a ficar sozinho ?

    ResponderExcluir
  35. Oi , me chamo Karyne e tenho um Dálmata de 1 mês , ele vive grudado em mim e me segue para todo lugar que eu vou , o problema é que daqui a 1 mês eu vou começar a faculdade e ele terá que ficar sozinho. Meu quintal é bem espaçoso e eu pus uma grade na porta do quintal para ele não entrar e quando tô em casa deixo a porta aberta com a grade , mas ele grita muito , eu não sei o que fazer , fico muito aflita vendo ele desse jeito, o que eu faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karyne, ele tem 30 dias ou 45? De qualquer forma, respondi para você num comentário no Mãe de Cachorro. Transcrevo aqui novamente: Karyne, concordo totalmente com a Ana: este filhote é muito novo para ter sido separado da mãe e irmãos de ninhada! Você é a única referência que ele tem! Assim, é normal que esteja apresentando este comportamento de ficar desesperado ao se ver sozinho. Lembre-se que o cão é uma animal social por natureza, vive em grupo e só assim se sente tranquilo. Um filhote desta idade sente-se aterrorizado ao se ver sozinho! Como você ainda tem um mês até começar a faculdade, sugiro que mantenha-o perto de você e vá fazendo treinos para que ele fique tranquilo sozinho. O ideal é começar a deixá-lo um pouco mais longe de você dia a dia e com calma, somente aumentando tempo e distância quando perceber que ele está tranquilo. Invista em enriquecimento ambiental, incentive-o a brincar sozinho (leia mais aqui:http://caoamor.blogspot.com/2011/01/enriquecimento-ambiental-importancia-de.html. As dicas do post no Mãe de Cachorro sobre ansiedade de separação devem ser seguidas à risca! E, se possível, conforme mencionado pela Ana, deixe-o com a família canina mais um tempo, para que ele possa se desenvolver mais e se tornar mais seguro antes de passar a morar com você! Boa sorte!

      Excluir
    2. Oi , agora ele tem 50 dias , mas infelizmente ele é órfão e os outros irmãos foram dados também , mas eu fico o tempo todo com ele, e as vezes ele fica em um canto e eu em outro como você disse para ir fazendo , e estou começando a fazer o enriquecimento ambiental . Obrigada pelas dicas ;D

      Excluir
    3. Ótimo, Karyne, invista bastante nos treinos e no enriquecimento ambiental neste período em que você ainda tem mais tempo. E dê notícias por aqui, ok? Abs!

      Excluir
    4. meu pinsher bon jovi desd q nasceu dorm comigo na cama ...ele e muit apegado a mim e eu a ele ,mas tentei trabalhar varios pontos nele para ele nao sofrer com situações futuras....quand minha filh nasceu eu trabalhei o ciume aproximando-o sempre dela e dividindo atenção.e o meu filhao t amo bon

      Excluir
  36. ola,eu me chamo cátia e tenho uma cadelinha chamada pitty ela tem 7 anos,e ela não desgruda de mim,e só quer dormi em cima da cama entre eu e meu marido coloco a caminha dela do lado da minha cama mas quando durmo ela sobi na cama,e ela tem problema de nervos quando coloco ela pr dormi fora do quarto e fecho a porta ela vomita passa mal,arranha a porta não sei o q fazer,pois to tentando ficar gravida e queria acostumar ela no chão logo.queria umas dicas pr ver se consigo colocar ela pr dormi na caminha dela.

    ResponderExcluir
  37. ola,gostaria q me ajudasse a ensina minha cadelinha Pitty a dormi no chão,pois meu marido estar muito incomodado com ela na cama e já fazer 4 anos q ela dormi conosco desde quando ela teve a doença da cinomose e quase morreu,ela ficou com algumas sequelas como epilepsia e os nervos repecham o tempo todo,mas é q ultimamente ela tem ficado mais agarrada em mim ela é igual uma sombra ,eu coloco ela pr dormi na caminha dela,mas quando eu pego no sono ela sobi na cama,tem dia q coloco ela pr fora do quarto e fecho a porta mas ela passa mal vomita,arranha a porta fica estressada,ai fico com pena e deixo ela voltar pr cama,queria muito umas dicar pr ela dormi na caminha dela,pois to tentando ter filho e queria q ela acostumasse no chão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cátia! Sua cadelinha sofre, com certeza, de ansiedade de separação. Certamente a condição clínica dela, conforme narrado por você, dificulta ainda mais a situação. Leia no post a seguir todas as dicas sobre a síndrome da ansiedade de separação: http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-em-caes-tudo-que-voce-precisa-saber-a-respeito.html. Boa sorte!

      Excluir
    2. Olá, pessoal, Meu nome é Francis e sou do RS. Tenho uma cadelinha de 10 anos de idade e desde pequena dorme comigo, eu adotei ela aos 3 meses de idade mas sempre impus limites a ela, ela aprendeu mt cedo a respeita -los. Desde o dia em que a adotei ensinei com calma e amor que somente poderia subir em minha cama se eu autorizasse, desta forma: entro no quarto com ela, (ela passa o dia no pátio e a noite dorme comigo)coloco ela no chão, se ela sobe na cama sem meu comando eu digo "desce" e empurro ela pro chão (isto se repetiu milhares de vezes até ela aprender)se ela tenta subir antes q eu de o comando eu digo "não" e empurro ela. Quando finalmente a cama está pronta eu sento calmamente na cama e digo "vem" e bato c a mão duas vezes na cama, ai ela sabe que pode subir. Foi assim que ensinei ela e hj ela é uma cadelinha super tranquila e qdo estou em casa com ela realmente ela é minha sombra, mas obedece a todos os comandos facilmente, inclusive qdo quero q ela fique no quintal e ela entra logo digo "fora" e ela vai pro pátio. É importante salientar q o cão só entenderá o que vc quer dele se vc usar somente uma palavra e não ficar dizendo várias coisas, como uma frase completa para dizer uma só coisa. Tb é importante não mudar esta palavra, tais como "fora", "fica", "senta", "deita", para outras parecidas e falar com o cão com voz firme mas sem exageros. Repreensões são necessárias mtas vezes mas nunca agressões fisicas e nem verbais, somente com voz brava e botar de castigo já resolvem. Beijos

      Excluir
  38. eu não durmo com o meu cão, ele gosta de morder as coisas e ele tem de latir, caso haja algo incomum durante a noite, mas eu durmo com minha gata de estimação, mileide, ela é limpa, e dorme comigo quase toda noite.

    ResponderExcluir
  39. Tenho uma boxer de 2 anos, ela foi acostumada desde filhote a ficar dentro de casa. Hoje, ela dorme no meu quarto, entra comigo quando vou ao banheiro para tomar banho, fica atrás de mim o tempo todo quando estou em casa. Isso é normal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua Boxer pode parece estar apresentando comportamentos típicos de cães que sofrem de ansiedade de separação. Sugiro que se aprofunde no assunto, para que a situação não se torne cada vez pior. Para tanto, há muitas informações neste texto: http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-em-caes-tudo-que-voce-precisa-saber-a-respeito.html. Boa sorte!

      Excluir
  40. Oi, meu nome é Rosane, tenho uma Ilhasa de 6 anos e meio, está conosco há quaze três(ela foi adotada já grandinha). Não tive muita dificuldade em colocá-la pra dormir do lado de fora, ela entrava somente na parte da manhã sem nenhum problema. Mas, há cerca de um mês, ela tem ficado durante a noite em nossa cama, direto. Acredito que tenha visto algum bichinho no quintal, depois disso não conseguiu ficar mais. Só que eu e meu esposo não queremos deixar mais, pois estou planejando uma gravidez e temo pela reação dela. Já me disseram que tem possibilidade de agressão do animal para com o bebê. Não sei se é verdade, só gostaria de dicas para conseguir que ela volte a dormir lá fora com tranquilidade. Desde já agradeço, parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rosane! Sugiro que você faça-o acostumar-se a dormir fora do quarto aos poucos, sem estresse. Para dicas sobre quanto a chegada de um bebê, leia mais sobre o assunto aqui: http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/a-familia-vai-aumentar-e-um-bebe-vai-chegar-aprenda-como-acostumar-caes-a-filhotes-de-humanos-o.html e aqui: http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/a-familia-aumentou-e-um-bebe-chegou-aprenda-como-acostumar-caes-a-filhotes-de-humanos-%E2%80%93-parte-2-o.html. Boa sorte!

      Excluir
  41. estou namorando um cara que tem duas vira latas que dormem com ele desde que nasceu ,só que agora com a minha chegada queremos tira-las da cama pois fica pequeno pra todos ele é muito apegado as cadelas como eu posso fazer e fazem xixi e coco na sala de jantar as vezes fazem na area externa elas tem um ano e dois meses por favor me dicas o apartamento e muito grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cães são animais extremamente sociais, que precisam de um grupo para terem garantido seu bem-estar. Mas isto não significa que devam ficar o tempo todo conosco, pois podem desenvolver o que se chama de ansiedade de separação. Quanto a acostumá-los a dormir fora do quarto, comece colocando a caminha perto da porta do quarto e fazendo-os brincar bastante antes de dormir. Assim, eles tenderão a adormecer profundamente. Nas noites seguintes, coloquem as caminhas para fora do quarto, mas, inicialmente, deixando a porta aberta. Quando eles já estiverem bem habituados, passem a fechar a porta. Assim, a tendência é que se acostumem a dormir fora de seu quarto. Sobre o treino para necessidades no local correto, leia este texto do blog: http://caoamor.blogspot.com.br/2011/09/treino-para-que-o-cao-aprenda-fazer-as.html. Boa sorte!

      Excluir
  42. Olá (novamente) Cássia.

    O meu cão tem 10 anos e sempre dormiu na minha cama. No entanto, na hora de estar com o meu namorado e querendo fazer amor, o meu cão não sai do quarto. Por vezes, fica parado a olhar para nós. Noutras vezes, brinca com um boneco, mas raramente sai do quarto.

    O que posso fazer para mudar esta situação?

    Sempre fomos eu e o meu cão em casa. Apesar de ele ter aceite bem a presença do meu namorado, na hora da intimidade é um desconforto para nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria! Se seu cão já tem o hábito de dormir ou estar com você dentro do quarto, ser deixado para fora de uma hora para outra gera ansiedade. Lembre-se que o cão é um animal social, que vê na família humana seu grupo, sua referência. Para acostumá-lo a ficar em outro ambiente da casa tranquilamente, o ideal é que você transforme o local em algo muito legal! Para tanto, comece aos poucos: dê-lhe um brinquedo de que ele goste muito (especialmente aqueles que o deixam distraída por um tempo, como ossos recreativos ou brinquedos que liberam comida) e entre no quarto. Feche a porta e logo em seguida saia, antes dele se dirigir para a porta. Não faça festa nem olhe para ele: aja normalmente. Faça da mesma forma algumas vezes, até perceber que ele fica entretido com o brinquedo sem se preocupar com você. Aumente o tempo em que fica no quarto, sempre cuidando para sair quando ele ainda está tranquilo. Desta forma, ele começará a perceber que ficar sozinho em outro cômodo não é ruim, pois você logo aparece e, além disso, ele está se divertindo com um brinquedo legal. Com paciência e persistência, você conseguirá que ele fique por períodos mais longos fora do quarto, sem demonstrar ansiedade.

      Excluir
  43. Olá Cássia, adorei o blog. Realmente muito enriquecido de informações. Tenho uma cadela Yorkshire que tem dois anos e seis meses. Este mês fará um ano que adotamos ela que veio de outra casa. Ela é muito apegada a mim. Dorme na caminha dela no quarto da gente, ou quando não está com vontade, dorme no chão. Tentamos colocar ela no inicio pra dormir em outro ambiente e ela ficava arranhando a porta pra entrar. Achamos melhor deixar ela perto da gente já que ela já foi doada para duas casas diferentes e não sei se isso é bom para ela. Atualmente precisamos passar boa parte do dia fora e ela fica sozinha em casa. Noto olhar triste e ela vai e fica deitada na caminha dela. Deixo brinquedos de pelucia mas não sei se é o suficiente para ela. Você pode me dar alguma dica? Cláudia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cláudia! Obrigada pela visita ao blog! Sua York parece sofrer de ansiedade de separação, uma condição que deixa os cães muito apegados aos donos bastante ansiosos, o que gera comportamentos como prostração. Assim, é importante investir em atividades físicas (como um bom passeio) antes de sua saída de casa e deixar o ambiente repleto de atividades, o que se costuma chamar enriquecimento ambiental. Confira nos artigos a seguir algumas dicas sobre esses assuntos http://caocidadao.com.br/artigos_caes.php?id=322& e http://caocidadao.com.br/artigos_caes.php?id=347&. Boa sorte!

      Excluir
  44. Meus cães dormem comigo!
    Mas eles não passeiam na rua, ficam dentro de casa quase o tempo inteiro mesmo...

    ResponderExcluir
  45. Olá Cássia, tudo bem? Bem bacana esse blog viu? Então, peguei o Feijão pra criar..uma bolinha de pelo, vira latinha com golden. Mas ele é muito arteiro, uma sombra de quatro patas. Tava lendo sobre a ansiedade de separação, e acredito que ele tenha isso. Chora muito durante a noite, late, perco o sono e acabo trazendo ele para o meu quarto. Fico com dozinha, pois ele é novinho (60 dias), e foi separado da mãe e dos irmãozinhos. Ele é muito grudado com a gente, pois ele ainda não pode sair na rua devido ao ciclo das vacinas não terem terminado. E durante o dia quando fica em casa sozinho (praticamente o dia todo), ele destrói o apartamento. Outro problema é o lance do coco e do xixi..ja compramos pipi dog, tapete higiênico, petiscos para dar como recompensa...mas ele não consegue acostumar a fazer coco e xixi no lugar indicado..faz pela casa toda!! hel us please!! hehehe!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dinho! Seu filhote é muito novinho e os comportamentos que você relatou são normais para esta idade. Além disso, cães são animais sociais, que necessitam do grupo do qual fazem parte para se sentirem seguros. Ficando sozinho o dia todo, pode ser mesmo que desenvolva ansiedade de separação. Uma dica é investir em atividades físicas antes de deixá-lo sozinho (como um bom passeio) e enriquecimento ambiental (leia mais sobre o assunto aqui: http://caocidadao.com.br/artigos_caes.php?id=322&). Abraços!

      Excluir
    2. Cassia, obrigado pelos toques!! Vou dar uma lida na matéria que me indicou. Realmente o lance de dar umas voltas com ele antes de deixa-lo sozinho, com certeza iria dar uma acalmada na fera peluda..porém o problema é que ele ainda não pode sair na rua por causa das vacinas. Mas, vamos acompanhando e te falo mais pra frente como ele está. obrigado!!

      Excluir
  46. Bom dia. Eu tenho um bulldog francês de 51 dias, o Eike. Ele está comigo há menos de uma semana. Nos dois primeiros dias ele dormiu na sua caminha, acordou algumas vezes de madrugada chorando, mas qd eu colocava minha mão perto dele logo ele parava. Já no terceiro dia, acho que mais acostumado cmg e com meu marido, ele chorou muito e nada o acalmava, então acabamos colocando-o na cama. Agora ele não dorme a noite na sua caminha, ele fica em volta chorando até subirmos ele. Durante o dia ele até fica na caminha, mas qd está acordado ele é o "sombra". Eu estou tentando deixá-lo em outros cômodos, qd entro no quarto fecho a porta, mas ele fica chorando sem parar, até uiva. O que podemos fazer para ele se acostumar a ser independente e dormir na sua caminha a noite? Desde já agradeço sua ajuda. Naiany Rezende

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Naiany! O Eike está conseguindo chamar a atenção de vocês e alcançar seu objetivo - subir na cama. Por isso está insistindo mais e mais. Sugiro que vocês não o coloquem mais na cama quando ele "pedir", providenciem bastante atividade para ele antes de dormir (para que ele fique bem cansado) e prefira ficar tranquilo na caminha. Comece a ensinar os comandos básicos (especialmente o FICA) para treiná-lo a se tornar mais independente. E providencie também bastante enriquecimento ambiental, ou seja, opções de atividades onde ele possa se entreter sozinho. Abs

      Excluir
    2. Também tenho um bulldog francês que fazia a mesma coisa. Gritava, chorava, era bem escandaloso até conseguir o que queria (que era dormir na cama com a gente). O que precisei fazer pra ele parar com a gritaria, foi simplesmente ignorar. Na primeira semana eu fechei a porta do quarto e deixei ele chorando (com dor no meu coração, mas não cedi). Quando ele realmente parava de chorar... (horas depois), eu ia até ele e falava "Muito bem" e dava um biscoitinho e fazia carinho. Comecei a treinar isso assim que chegava do trabalho, fechava a porta do quarto e deixava ele chorar. Hoje ele está com 6 meses e é um amor. Educado, querido, carinhoso e na hora de dormir até deixo a porta do meu quarto entreaberta, mas ele na dorme na caminha dele, sem resmungar mais. Só digo que tive que ser firme, e realmente ignorar a choradeira no início. (E olha que moro em apartamento e tive reclamações de vizinhos), mas não desisti. Boa sorte!!

      Excluir
  47. O Boris é o meu bebezinho. Antes de adotar ele eu sempre dizia que cachorro meu iria dormir na sua própria caminha, mas quando no meio da noite ele ficou chorando depézinho ao lado da cama e com uma carinha de dó, não teve jeito. Agora sou eu quem fiva desconsolada quand ele resolve dormir na caminha dele ou np sofá. Ah! Meu nêgo é super limpinho e esta acostumado de dividir a cama com meu namorado. Pior que ele respeota mais o meu namorado do que á mim. :)
    O Bóris é muito apegado comigo, mas acho que eu aou muito mais com ele. Ele é o meu companheirinho que eu amo tanto
    Andréia Fabiane





    ResponderExcluir
  48. Cássia, muito obrigada pela dica! Vou começar a ensinar os comandos básicos para o Eike. Depois comento aqui os resultados. Abraço. Naiany

    ResponderExcluir
  49. BOA NOITE GALERA !!

    TENHO UMA CACHORRO CHAMADO "BRANQUINHO", ELE ADORA DORMIR COM A GENTE NO QUANTO, EU COLOCO UM TAPETE OU O TRAVESSEIRO DELE, AI ELE DORME TRANQUILO!!

    AS VEZES DÁ VONTADE DE DEIXAR ELE DORMIR NA NOSSA CAMA, MAS TENHO NOJO POIS ELES SÃO CACHORROS NÉ !!!

    MAIS É MUITO BOM TER OS NOSSOS BICHINHOS POR PERTO.

    PARABÉNS PELA MATÉRIA, MUITO BOA.

    BOA NOITE Á TODOS.

    ResponderExcluir
  50. Ola- me chamo natalia e acabo de ganhar uma linda cadelinha da raça shitzu, o problema eh que ganhei ela ja adulta e gostaria de dicas para resolver problemas como: ensinar a fazer as necesdidades em local certo. E eu nao sei pq, mas ela nunca atende qdo agnt chama, as vezes ela nem olha, e pelo q percebi ela nao era acostumada a passear c os antigos donos pq comprei coleirinha p ela mas ela n anda fica empacada. Sera que tem cmo resolver estes problemas? Ou pelio fato d ja ser adulta se. torna impossivel? Gostaria mt que me ajudasse. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Natália! Sim, sua nova cachorrinha pode muito bem aprender depois de adulta! Não devemos nunca subestimar a inteligência e capacidades dos cães! Para treiná-la a fazer as necessidades no local correto, leia este texto: http://caoamor.blogspot.com.br/2011/09/treino-para-que-o-cao-aprenda-fazer-as.html. Para acostumá-la a atender o chamado pelo nome, vale a pena pensar em adestrá-la. Leia mais sobre o assunto aqui: http://caoamor.blogspot.com.br/2010/01/por-que-adestrar.html. E para acostumá-la a usar a guia, você deverá, primeiro, fazê-la adorar este acessório, através de brincadeiras e petiscos, e ir saindo aos poucos, até que ela vá se sentindo mais confiante. Boa sorte!

      Excluir
  51. Tenho um poodle de cinco anos não vejo problema nenhum em dormir comigo ele é minha sobra amo D+ meu bichinho o nome dele é Bob antes de dormir faço a higiêne das patas.

    ResponderExcluir
  52. Olá Cassia, eu tenho uma pitbull e ela só dormi comigo e com meu esposo...ela é bem treinada, de noite eu falo deita e ela fica lá deitadinha até pegar no sono...qdo eu acordo, ela já esta entre eu e o meu esposo, (quando bbzinha ela dormia com a gente, por nós ter tirado muito cedo da mãe dela) quando saio de casa ela não faz nada, quando eu chego em casa ela distruiu tudo, uma máquina trituradoura...será que ela desenvolveu essa ansiedade ?
    as vezes acho que por ela ser uma cadela de porte grande e ter muita energia (força) ela tem que gastar ...e ficando em casa ela deve pirar, mas ela é só um bb ela tem 5 meses...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza! Eu concordo com você: acho que ela deve ter muita energia e precisa gastá-la de alguma forma! Além disso, filhotes nesta idade, de qualquer raça, são ativos por si só! Você deve investir em enriquecimento ambiental e em atividades físicas para ela (como um passeio vigoroso antes de sair e quando voltar para casa). Leia mais sobre o assunto aqui: http://caoamor.blogspot.com.br/2011/01/enriquecimento-ambiental-importancia-de.html. E sim, ela pode também estar desenvolvendo ansiedade de separação pelo tempo que fica sozinha. Entenda mais sobre essa síndrome e como evitá-la neste artigo: http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-em-caes-tudo-que-voce-precisa-saber-a-respeito.html#axzz1TRbIJ0gM. Boa sorte!

      Excluir
  53. Oiiie tenho um labrador q é mestiço com vira-lata falta um mes pra ele completar um ano mas mesmo com essa idade ele ñ perde a mania de onde eu vou ele corre e vai atras qualquer lugar q eu vá lá vai ele indo atras de mim queria saber o pq desse comportamento

    desde de já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renata! Ele pode ter uma hiperfixação em você, e este é um dos sintomas da síndrome da ansiedade de separação. Entenda mais sobre o assunto, como evitar e melhorar a ansiedade de separação neste artigo: http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-em-caes-tudo-que-voce-precisa-saber-a-respeito.html#axzz1TRbIJ0gM. Abraços

      Excluir
  54. Olá. Meu nome é Mariana e ganhei uma cadelinha de 3 meses da raça Dashshund e estou tendo problemas. Ela está muito apegada a mim, sempre faz escândalo quando tenho q sair pra trabalhar e só quer dormir no meu quarto, mas eu quero q ela durma na caminha dela, que fica na sala de estar. Ja tentei de tudo para tornar aconhegante a caminha dela: brinquedos, cobertores, roupas minhas... nada tem adiantado. Mas essa noite até q fiz um progresso, pois consegui com q ela não dormisse na minha cama (ela só dormia se fosse aninhada em meus braços), ela dormiu em cima de uma cadeira ao lado de minha cama. Como posso fazer pra diminuir a ansiedade dela quando saio de casa? Aos poucos ela irá se acostumar? E como devo lidar com a questão das noites de sono, pq tenho trabalhado como um zumbi...

    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mariana! Sua cadelinha é muito novinha e demonstra claramente já estar desenvolvendo um comportamento de hiperfixação em você. Procure estimulá-la a brincar sozinha usando, por exemplo, brinquedos que liberam petiscos gostosos. À noite, avance aos poucos para que ela durma na caminha: já que conseguiu que ela não durma na sua cama, espere mais alguns dias, coloque-a no chão e vá progredindo aos poucos, até ela se acostumar. Entenda mais sobre o assunto, como evitar e melhorar a ansiedade de separação neste artigo: http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-em-caes-tudo-que-voce-precisa-saber-a-respeito.html#axzz1TRbIJ0gM. Boa sorte!

      Excluir
  55. Meu Pitbull Dorme de baixo da minha cama no meus pés. Rsrssrsrsrs ele é muito meigo. Amo de mais.

    ResponderExcluir
  56. Olá! Esse post foi providencial!!
    Meu nome é Fran, e tenho um pinscher de 5 meses, o Fred. Muito brincalhão, e dono do apartamento.. rsrs Desde que ele chegou (com 2 meses) dorme na minha cama. Mas agora está fazendo xixi no meu colchão.. Como faço ele dormir na caminnha dele? Durante o dia ele dorme lá. Mas qndo vou para a cama, ele chora pedindo pra subir, eu ignoro ma ele não pára.. E eu acabo cedendo com pena dele e do vizinho de baixo, que deve ouvir a choradeira.. O que eu devo fazer??? Queria que ele se tornasse mais independente, dormindo sozinho, e tbm gostaria de preservar o meu colchão..:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fran! Você deve ser consistente e não colocá-lo na cama quando ele chorar. Do contrário, ele acaba sendo recompensado por este comportamento, que tende a piorar. Se sentir dificuldades, consulte um profissional especializado em comportamento canino na sua cidade. Boa sorte!

      Excluir
  57. oi meu nome é camila tenho 4 gatos todos castrados uma pinscher de 1 ano uma poodlo de 3 meses e agora fiquei com dor de uma cadelinha que vivia presa e peguei ela pra mim de raça Dashshund ela ficava presa na corrente e a senhora que esra dona dela não queria mas pq comia tudo, só que to com um probleminha com ela, ela não se da muito com os gatos e quando eu sai de casa eu chora e fica querendo dormir comigo o que eu posso fazer pra melhorar o comportamento dela? A minha pinscher dormi comigo desde que era bebe eu já tentei fazer com que ela durmice na cama dela mas não conseguir ela fica chorando até eu colocar ela na cama, sem contar que minha Dashshund que o nome dela é DUDA passe o tempo todo atrás de mim parece a minha sombra rsrsrs não sei o que fazer. (IMAIL:ANDREAMILADEPAULA@HOTMAIL.COM) Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila! Suas duas cadelinhas podem estar sofrendo de ansiedade de separação. Leia sobre o assunto e como agir neste texto: http://caoamor.blogspot.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-texto-completo.html. Boa sorte!

      Excluir
  58. Sinceramente, nao entendo voces que nao gostam de dormir ao lado do seu cachorro. Meu cachorro é meu melhor amigo, meu companheiro, muitas vezes a alegria do meu dia e amo quando ele vem dormir comigo. Sabem por que? Por que eu o amo e gosto de estar perto dele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  59. Ola tenho um poodle pequeno de 1 e 6 meses e dormi na cama comigo e minha mulher E odeia ficar sozinha mando ela ficar no chao do quarto ela fica mais quando acordo pela manha epa esta no meus pes kkkk entao nao consigo brigar com ela acabo morrendo de rir.

    ResponderExcluir
  60. Minha cachorra q deve pensar que tenho ansiedade de separacao rsrs. Peguei ela na rua quando filhote e hj ela tem 8 anos! e mt mimada por todos da casa! amo mt

    ResponderExcluir
  61. Minha cachorra q deve achar que eu tenho ansiedade de separação kkkk peguei ela na rua quando filhote, hj ela tem 8 anos e além de ser o xodó da familia, e meiga, obediente e mimada tb rsrs. amo muito os animais, so quem sente para entender...

    ResponderExcluir
  62. O meu Woody dorme comigo desde que comprei. Eu sou apaixonada por ele e, por mais que ele aceitasse dormir em caminha de cachorro, eu não conseguiria! já falei pro meu noivo que o lugar na cama é do Woody e ele fica lá com o que sobrar, afinal meu Woody chegou primeiro! Lá em casa é difícil, porque nós dois AMAMOS o cachorrinho e não deixamos ele em paz, porque toda hora queremos abraça-lo, beija-lo, aperta-lo, e mais, mais, mais! rsrs cachorro é um vício!

    ResponderExcluir
  63. Olaa sou Camilla,e nao sei mais oq fazer com meu cachorrinho Puppy,rsrs
    Meu cachorro tem 3 anos e é muito ligado a mim,como nao trabalho ele nunca ficou sozinho,sempre esteve comigo.Antes ele dormia na caminha dele,mas de uns meses pra ca ele dorme na minha cama,comigo e meu marido.Como estou gravida de 7 meses,venho tentando colocar ele pra dormir na caminha dele,mas ele nao quer saber de ficar la,quando eu adormeço ele vem pra minha cama,nao sei mais oq fazer,pois quando o bb chegar ele nao vai poder estar em cima da cama . Ele sofre muitoo de ansiedade da separaçao.ja nao sei oq fazer,pois ja tentei de tudo,quando deixo ele sozinho,ele nao come e nem bebe agua,mais faz xixi assim que percebe que vai ficar sozinho e late demais,as vezes fica ate se tremendo e faz xixi de nervoso ,so em ver que estou colocando uma roupa pra sair... isso me deixa triste e me sinto impotente,pq ja tentei de tudo,ele nao apanha.
    Acabamos de nos mudar,para outro apartamento,sei que ele passou por varias mudanças,gravidez,mudança de casa,agora ele ta 2 vezes pior em tudo que citei acima.e nao faz mais xixi no tapetinho higienico,ele começa a tremer e faz onde estiver,o bb ta chegando e isso nao pode continuar,e nao quero dar elee,moro em outro pais,na Italia,e ele sempre foi meu companmheiro,preciso ajudalo para vivermos em harmonia.sinto ele muito defensor por sentir que estou gravida,qualquer barulho ele late,e antes nao era assim... me Ajuda Cassia!! ;/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Camilla! Você pode encontrar muitas dicas sobre os dois temas (ansiedade de separação e chegada do bebê) nestes links:

      http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-em-caes-tudo-que-voce-precisa-saber-a-respeito.html

      http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/a-familia-vai-aumentar-e-um-bebe-vai-chegar-aprenda-como-acostumar-caes-a-filhotes-de-humanos-o.html

      Boa sorte!

      Excluir
  64. Obg Cassia,vou tentar tudo que ler aqui.

    Ass. Camilla

    ResponderExcluir
  65. Oi Cassia.
    Não conhecia o blog, mas estou adorando. Achei as matérias muito interessantes e os assuntos bem pertinentes.
    Bjs
    Michelle

    ResponderExcluir
  66. Comigo é contrário, minha bebe não gosta de afeto =\

    ela sempre espera o pai voltar para casa depois do trabalho, sendo segurança ele trabalha 12 hrs dia sim e dia não, eu convido para subir na cama..... ela sobe mas não gosta que eu fique 'apalpando'.
    Em termos de fazer farra, CAMPEÃ..... mas afeto? faz um barulho engraçado, não é rosnar é um tipo: hummmmm kkkk
    Ela tem 7 anos, eu a adotei com 3 meses e é meu orgulho!
    Parabéns pelo blog, ganhou uma fã!

    ResponderExcluir
  67. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  68. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  69. Minha Mel tem aproximadamente 2 anos. Não sei ao certo pois ela foi adotada. Encontrada na lixeira de um prédio, onde já estava há uns cinco dias se abrigando da chuva e frio. Eu a adotei, dei os cuidados necessários e desde o primeiro dia, mesmo tendo sua caminha ela fez um movimento para dormir na cama comigo. Estamos juntas há 1 ano e meio e hoje ela continua dormindo nos meus pés ou no meio das minhas pernas. Quanto a deixá-la sozinha, eu trabalho fora, e saio bastante mas sempre que saio digo a ela "volto já". Não sei se ela entende, mas observei que quando eu não dizia o "volto já" ela chorava e latia muito. Hoje, nos mudamos para um apartamento no primeiro andar e ela adquiriu outra rotina interessante... Além do "volto já" , depois que fecho a porta, ela vai para a janela e aguarda por um carinho no focinho e mais um "volto já". Com isso ela não chora e ainda fica a vontade em casa.

    ResponderExcluir
  70. Meu cachorro dorme na minha cama, como faço pra saber se ele tem ansiedade de separação?

    http://bestdogforever.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Julia! Dá uma lida neste texto, certamente ajudará a identificar: http://www.maedecachorro.com.br/2011/07/ansiedade-de-separacao-em-caes-tudo-que-voce-precisa-saber-a-respeito.html. Abraços

      Excluir
  71. Meu Cachorro dorme comigo, é porte Grande/Médio, mais ele brinca muito com meus outros cachorros (que não dorme comigo), se eu não tiver por perto ele brinca e não fica tristinho, mais a questão é que ele dorme comigo as vezes na cama as vezes de baixo dela, se eu tiver com meu marido ele fica de baixo dela se eu tiver sozinho ele deita do meu lado, e caso alguém chega só deixa a pessoa chegar perto se eu conversar, a unica coisa que ele é muito grudado comigo é quando chega gente estranha em casa, que ele nao sai do meu lado até eu reconhecer a pessoa e conversar com ela.

    ResponderExcluir

Gostou do que leu? Vamos trocar ideias sobre o assunto? Comente aqui!

OBS.: não serão publicados comentários contendo xingamentos, palavrões, ofensas ou incitação a violência contra animais e/ou pessoas.