sábado, 10 de setembro de 2011

Treino para que o cão aprenda a fazer as necessidades dentro de casa

Lá vou eu tomar bronca...
Um dos "problemas" que mais desgasta a relação humanos x cão consiste no xixi e cocô pela casa toda. As pessoas costumam ficar muito irritadas com isso, e há inúmeros casos em que o cão é doado por conta deste comportamento. 

Vale destacar que os cães não nascem sabendo que devem fazer suas necessidades em jornal ou tapete higiênico! Aliás, nem faz parte de seu instinto natural utilizar esse tipo de local. Assim, como se trata de um comportamento desejado pelos humanos, cabe aos mesmos humanos agir com coerência e respeitar o ritmo de aprendizado do peludo. Este treino depende muito da dedicação e paciência do dono. 

As dicas que serão colocadas abaixo servem tanto para cães filhotes quanto adultos. Em geral, é mais fácil ensinar aos filhotes, que ainda não adquiriram um hábito para as necessidades fisiológicas. Mas isto não significa que um cão adulto não possa aprender; talvez demore um pouco mais, apenas isso.

O treino consiste em mostrar ao cão que fazer as necessidades em determinado local gera consequências positivas, seja com petiscos, brincadeiras ou elogios. Para tanto, os seguintes passos devem ser seguidos:

- preparar o local onde deve ser o “banheiro” de forma permitir que seja bem atrativo para o cão. Para tanto, a cama, potes de águas e comida e brinquedos devem estar numa extremidade oposta ao “banheirinho”, pois os cães não gostam de se aliviar próximo ao local onde comem e dormem;

- alimentar o cão em horários específicos para conseguir prever quando ele sentirá vontade de se aliviar, o que geralmente ocorre logo ao acordar, após as refeições e após uma sessão de brincadeiras;

- sabendo que está se aproximando o momento em que o cão estará “apertado”, ficar com ele no local onde deve fazer as necessidades;

- assim que ele se aliviar na frente do dono no jornal ou tapete, elogiá-lo com carinho e dar uma recompensa (cuidado: não elogiar com “muito entusiasmo” – ele pode se assustar e não querer mais fazer necessidades na frente de ninguém!);

- repetir o treino durante alguns dias, com consistência, até que ele entenda que fazer xixi na frente do dono e em local específico é muito gratificante!

E se o cão errar e fizer em algum local indevido? Deve-se ignorá-lo por completo! Isto para que o cão não aprenda que fazer as necessidades em qualquer lugar atrai a atenção do dono, mas somente quando faz no jornal ou tapete higiênico! É importante esperar que ele saia do local para somente então limpar.

Enquanto estiver aprendendo, não dar broncas quando o cão se aliviar no lugar impróprio, mesmo que seja no tapete da sala! Ele não sabe ainda qual é o local certo e, sendo punido, aprenderá que fazer na frente do dono é um problema e passará a fazer escondido, o que dificultará o treinamento, pois o peludo passará a se aliviar longe do dono, que perderá a oportunidade de recompensá-lo... 

Além disso, a “técnica” ainda muito difundida, que consiste em esfregar o focinho do cão na sujeira quando ele fizer em local errado, está totalmente ultrapassada e comprovadamente só amedronta o cão.

Quando o cão ainda está aprendendo, é importante deixar vários “banheiros” quando o pet estiver por perto, especialmente os filhotes, que tem mais dificuldade para “segurar” a vontade. Assim, quando o dono percebe que o cão irá se aliviar, fica mais fácil levá-lo ao local para então recompensá-lo por fazer ali!

Seguindo estas dicas com bastante paciência, o cão aprenderá a fazer as necessidades no local determinado de forma positiva, o que será bom para todos!

Alerta! É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog sem citação da fonte. Plágio é crime previsto no Código Penal.

10 comentários:

  1. legal Cássia, esse trabalho depende somente do donos e das pessoas da casa, né ? as vezes eles acham q nós fazemos milagres hehehe

    ResponderExcluir
  2. Sim, Fran! Só quem convive com o cão conseguirá fazer estes treinos... Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá... Gosto deste blog e sigo voces.
    Gostaria que fosse me conhecer tbm e fosse meu amigo SEGUIDOR. Será uma grande alegria. Estamos sempre por aqui e amamos bater papinho no blog. Venha... Estamos esperando.
    Aus 1000 da amiguinha doguinha...

    KIPPY

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo comentário carinhoso! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Que legal Cassia, você explicou de uma forma bem resumida, ficou facil de entender! Parabéns :D

    ResponderExcluir
  6. Cassia, mandei um post sobre dúvidas para ensinar cachorrinho a fazer cocô e xixi em lugar correto...achei todas as respostas aqui. Acho que já consegui esclarecer algumas e vou seguir os passos!! Obrigado!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito importante consistência e MUITA paciência nos treinos para ensinar necessidades no local correto! Boa sorte! Abraços!

      Excluir
  7. ola :) tenho uma duvida sobre fazer as necessidade na casa ou neste caso na varanda.
    o meu cao com 11 meses fica preso com corrente na varanda, a varanda é grande, daquelas compridas com porta pa cozinha, janela do wc e porta do quarto e bastante larga e é protegida do mau tempo. o problema é que ele pisa o coco todo e o xixi é absorvido pelas patinhas, ele ja ficou solto na varanda e acontecia a mesma situaçao

    quero saber como educa-lo a nao pisar o coco
    e como educar a nao fazer o coco e xixi qd fica sozinho ou seja como fazer com que ele aguente ate chegar eu ou os meus pais a casa

    o meu outro cao aguentava 8 ate 12 horas sem fazer nada em casa, mas eu era peqena e nao fui eu qe eduquei. os meus pais dizem que o outro cao demorou ate aos 2 anos de idade a aguentar, mas tenho que começar ja e sei que ja vou tarde.

    MAS agora os meus pais dizem que é cruel obrigar um cao aguentar quando foram ELES que educaram o outro aguentar.

    Como eles nao "apoiam" a minha ideia de ele aprender aguentar sinto que qq tentativa vai cair em saco roto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Margarida! Nenhum cão deve ser mantido preso em corrente, nem ser obrigado a segurar as necessidades por longos períodos de tempo. Para garantir o bem estar do cão, contrate um profissional que siga técnica baseada em reformo positivo. Boa sorte!

      Excluir

Gostou do que leu? Vamos trocar ideias sobre o assunto? Comente aqui!

OBS.: não serão publicados comentários contendo xingamentos, palavrões, ofensas ou incitação a violência contra animais e/ou pessoas.