segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Como lidar com xixi por medo e por excitação?

É relativamente comum ouvir relatos sobre cães que urinam involuntariamente em determinadas situações – especialmente aquelas de muita euforia, na chegada dos donos ou de visitas.  A grande maioria das pessoas costuma afirmar que o pet está “fazendo xixi de tanta alegria”!

Mas, na verdade, esse é um comportamento que pode ser sinal de um momento de muita ansiedade ou medo extremo para o cão, o que não é nada saudável...


Xixi por medo

Este comportamento é relativamente comum em cães bem jovens. A micção involuntária ocorre quando o peludo é defrontado com uma situação ameaçadora, como, por exemplo, uma pessoa estranha se aproximando rapidamente, olhando-o fixamente e colocando as mãos em sua cabeça. Para um cão com tendência a sentir medo, essa atitude pode significar perigo, daí o xixi, um sinal de submissão, acompanhado de uma postura de deitar-se ou abaixar-se com a cabeça bem próxima ao chão.

Xixi por excitação

Apesar da situação ser parecida, já que também é comum em filhotes e geralmente ocorre quando os donos ou visitas se aproximam, o xixi por excitação não vem acompanhado de posturas corporais submissas. Ao contrário: o cachorro se mostra bastante agitado, eufórico, chega a chorar e arfar de tanta ansiedade, de tanto desejo por interação!

Como evitar

Em ambos os casos, a melhor solução é evitar cumprimentos muito excitantes para o cão. Para o comportamento de fazer xixi por medo, convém esperar que o cão aproxime-se da pessoa em seu ritmo, sem forçá-lo. Evitar olhá-lo nos olhos e chegar com as mãos erguidas também ajuda.

Neste caso, é importante que o cãozinho fique confiante no que se refere à aproximação de pessoas, ou seja, deve passar a associar a chegada com coisas boas. A pessoa deve sentar-se no chão, sem olhar o cão nos olhos, e oferecer-lhe coisas bem gostosas para comer, falando com voz calma. Com uma dose de paciência, o cãozinho acaba se aproximando e cada vez mais depressa, à medida que os treinos progridem. É muito importante pedir que as visitas também não se aproximem de forma amedrontadora, nem falando alto!

Quanto ao xixi por excitação, a aproximação também deve ser tranquila, mas o motivo agora é deixar o cão calmo. Se ele já souber comandos básicos, é recomendado pedir-lhe para sentar-se e recompensá-lo com um afago e petiscos, também com a voz baixa e suave. Neste caso, se o cão aprender que a chegada dos donos e de pessoas é um momento de muita euforia, o comportamento tende a piorar cada vez mais.

Nos dois casos, não é recomendado dar broncas no cão quando ele não se aguenta e faz xixi nessas situações, mesmo que algumas gotinhas tenham caído no tapete persa! Evidentemente que uma bronca nesse momento aumentará o medo ou a ansiedade do peludo!

Em geral, o ato de fazer xixi por medo ou excitação costuma desaparecer com a maturidade. Mas é sempre bom ficar de olho e tomar as medidas acima, para evitar sentimentos de muito medo ou excitação extrema para o cão. 

Este tema também foi abordado no Mãe de Cachorro, em razão da dúvida de um leitor. A resposta foi dada pela Emmanuelle Moraes, que deu dicas excelentes! Clique aqui e leia o texto para saber mais. 


Alerta! É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog sem citação da fonte. Plágio é crime previsto no Código Penal.

3 comentários:

  1. opa! Já vou linkar esse teu texto lá no meu post, para os leitores terem mais informações, né? Beijo grande, amada!

    ResponderExcluir
  2. Legal, Ana! Valeu! Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir

Gostou do que leu? Vamos trocar ideias sobre o assunto? Comente aqui!

OBS.: não serão publicados comentários contendo xingamentos, palavrões, ofensas ou incitação a violência contra animais e/ou pessoas.